11/12/07

"voz da alma" na bienal de cerâmica de aveiro 2007










poesia de fernando bouça inspira conjunto escultórico apresentado na bienal de cerâmica artística de aveiro da autoria do trio joaquim pombal, marisa alves e marc brocal.é mais uma obra realizada para o projecto "floresta de fang"

03/12/07

Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro 2007


A Câmara Municipal de Aveiro organiza a Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro que vai já na sua oitava edição, reunindo 102 obras de 83 artistas oriundos de 15 países – Alemanha, Brasil, Bulgária, Colômbia, Cuba, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, França, Hungria, Itália, Portugal, Roménia, Sérvia e Ucrânia.

É de realçar que a Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro é o mais importante concurso dedicado à cerâmica artística que se realiza em Portugal, sendo reconhecido internacionalmente como uma importante mostra de novas técnicas e linguagens utilizadas na criação de cerâmica artística.

A VIII Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro pretende contribuir, de forma efectiva, para o desenvolvimento sociocultural e estimular a experimentação e a criatividade; procura ser um espaço aberto ao diálogo, à divulgação e ao confronto de tendências e de contacto com os conceitos actuais de cerâmica artística; tem ainda como objectivo essencial divulgar os caminhos mais significativos da cerâmica artística contemporânea que se faz pelos cinco continentes; mostrar a diversidade formal e a renovação estética que se vem processando, bem como as capacidades dos novos materiais e técnicas postas ao serviço da arte.


Em Dezembro, Aveiro é palco da Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro e de mais 9 exposições de cerâmica, em vários pontos do concelho de Aveiro.

Assim, através da união de dezenas de obras de cerâmica, a Câmara Municipal de Aveiro pretende tornar a cidade de Aveiro o centro da cerâmica Artística, tendo lançado o desafio às galerias e espaços de arte para exporem obras de cerâmica no próximo mês de Dezembro.

Lembramos que a Bienal Internacional de Cerâmica Artística, a exposição maior desta panóplia encontra-se patente até 30 de Dezembro (excepto dias 24 e 25), de Domingo a Sexta-feira, das 14.00 às 19.00 horas, e aos Sábados, das 15.00 às 22.00 horas, no Parque de Exposições de Aveiro.

Esta mostra reúne
102 obras de 83 artistas oriundos de diversos pontos do Mundo: Portugal, Alemanha, Brasil, Bulgária, Colômbia, Cuba, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos da América, França, Hungria, Itália, Roménia, Sérvia, Singapura e Ucrânia.

De salientar que serão realizadas, pela primeira vez, visitas guiadas à exposição da Bienal por alunos finalistas do curso de Engenharia Cerâmica e Vidro da Universidade de Aveiro, mediante marcação prévia para:

telefone 234 377 763 (Divisão de Acção Cultural)

Os dias das visitas são os seguintes: 12, 14, 18, 20 e 27 de Dezembro, das 15.00 às 17.00 horas; 15, 22 e 29 de Dezembro, das 16.00 às 18.00 horas.

Informamos que haverá autocarros disponíveis do
centro da cidade, sobretudo a partir dos hoteis, para o Parque de Exposições de Aveiro.

Também até 30 de Dezembro, com o mesmo horário e no mesmo local
da Bienal, poderá ser visitada a exposição Movimento, Dos Grupos Dez +/ Outro, composta por 54 trabalhos de cerâmica artística, arquitectura, anáglifo [3D], escultura, fotografia, gravura, multimédia, pintura e instalações, de artistas nacionais e internacionais – Alemanha, Argentina, Itália, Portugal, Venezuela e das várias regiões de Espanha – resultado do trabalho dos dois grupos em torno do mesmo tema – Movimento.

Heitor Figueiredo, artista convidado e vencedor da última edição da Bienal, apresenta a exposição Razões, igualmente no Parque de Exposições, e com o mesmo horário e data. “Razões” será composta por 38 obras e 15 pequenos quadros com fragmentos de cerâmica.

A Autarquia ainda apresenta na Galeria da Capitania (Av. Dr. Lourenço Peixinho – Aveiro – 234 377 763):

Un pont de mar - dos ceramistas Carlets, Josep Matés, Joaquim Pombal e Marisa Alves, teve início em 2006, na galeria do espaço centoecatorze, com o objectivo de se tornar itinerante em Portugal e Catalunha.

Un pont de mar resulta de uma ideia de ligação entre várias formas de entender a cerâmica contemporânea, resultando numa instalação poética e actual. Exposta até 30 de Dezembro, a mostra poderá ser visitada de Terça a Domingo, das 14.00 às 19.00 horas.


Galeria dos Paços do Concelho (Praça da República – Aveiro – 234 400 200) propõe:

Sio2 - Exposição individual de cerâmica de José Loura. Esta exposição é sobre um trabalho de experimentação que visa a fusão entre o significado dos elementos tradicionais e uma concepção criativa. Traduz-se num resultado de objectos singulares que fazem parte do quotidiano. Pode ser visitada até 30 de Dezembro, de Terça a Domingo, das 14.00 às 19.00 horas.


BOBOGI, Espaço de Arte
apresenta:

Exposição Colectiva de Cerâmica com obras de João Carqueijeiro, Sofia Beça, Cecília de Sousa, Karin Somers, Marina Pedro Olaio, Manuel Sousa Pereira e Álvaro Queirós. A mostra poderá ser visitada até 10 de Janeiro de 2008, de Segunda-feira a Sábado, das 10.00 às 13.00 horas e das 15.00 às 19.00 horas. Em simultâneo decorre a exposição de Natal de Joalharia contemporânea. Este espaço de arte situa-se na Rua Dr. Nascimento Leitão, 30 – Aveiro – telefone 234 382 470 / 913 072 328 (Marta Matias), geral@bobogi.com; www.bobogi.com.

A VERARTE Contemporânea (situada na Rua 31 de Janeiro, 19 – Aveiro, telefone 234 426 285 / 919 985 107 (Miguel Moreira); info@verarte.net; www.verarte.net) apresenta:

Colectiva de Natal – Cerâmica de Anabela Domingues e Sérgio Amaral e pintura e escultura de outros artistas – encontrando-se patente até 30 de Dezembro, aberta ao público todos os dias das 15.00 às 00.00 horas.


Cerâmica – Cumplicidade com o Fogo é a exposição colectiva dos sócios do Aveiro Arte, que se encontra patente na Galeria Morgados da Pedricosa (Circulo Experimental dos Artistas Plásticos – Aveiro Arte – Av. Santa Joana, 8 – Aveiro; 965 418 849 (Lúcia Seabra) – Seabra.lucia@gmail.com), podendo ser visitada até 7 de Janeiro, de Terça-feira a Domingo, das 14.00 às 19.30 horas.


O barrista / ceramista
José Augusto expõe:

Presépios na Galeria da Misericórdia “Rua Combatentes da Grande Guerra, 3 – Aveiro; 234 426 732), podendo ser visitada de 15 a 31 de Dezembro, todos os dias das 10.00 às 12.00 horas e das 14.00 às 18.00 horas.


O espaço
Enquadrar (Cais dos Mercanteis, 7 – Aveiro, 234 381 425 / 919 789 301 (João Luís Rocha)) – apresenta:

Tiles Tales, Cerâmica de João Raposo, até 15 de Dezembro, de Segunda a Sexta feira, das 09.30 às 12.30 horas e das 14.30 às 19.00 horas e Sábado, das 09.30 às 13.00 horas.



Palestra REPETIÇÃO, RITMO e DIFERENÇA

Repetição, ritmo e diferença
Pedro Fortuna (elemento do júri da Bienal)
15 de Dezembro 16.00 horas,
Auditório do Parque de Exposições de Aveiro.




exposição dos grupos - dezmais e outro com "movimento"


inauguração: 8 de dezembro
16h00::recepção dos convidados
16h15::espectáculo integrado no projecto "movimento"
17h15::entrega de prémios (concurso da bienal)
17h30::inauguração das exposições

O espectáculo de inauguração do “Movimento" – os cinco elementos” é de autoria e coordenação do Grupo DEZ+ em colaboração com os próprios artistas

Movimento

Exposição de cerâmica artística que reúne cerca de 50 trabalhos de artistas nacionais e internacionais – Alemanha, Argentina, Itália, Venezuela, Portugal e de todas as regiões de Espanha – que a convite dos Grupos
DEZ+OUTRO colocaram a sua imaginação ao sabor de um único tema – Movimento.

O projecto
Movimento, que os DEZ+OUTRO apresentam em Aveiro, tal como as anteriores mostras na Galiza, Maiorca e Santa Maria da Feira, tem na sua génese uma investigação plástica e conceptual sobre o tema do MOVIMENTO, entendendo-o tanto como mudança, como também recuperando o antigo sentido grego de mutação, transformação de qualquer forma ou conceito, intrínseca ou extrínseca à própria natureza do objecto da mudança.

Este colectivo de criadores exprime-se em diferentes áreas, como a
arquitectura, escultura, cerâmica, fotografia e anáglifo, gravura, multimédia, pintura, serigrafia e instalação. Os participantes consideram enriquecedor o facto de que coexistam diferentes dimensões expressivas, o que em si mesmo demonstra as diferentes perspectivas, personalidades e culturas que se podem encontrar no ser humano.

Entram também neste projecto,
poesia, arte circense, coreografias e música. Estas múltiplas possibilidades de expressão tornam mais fácil a compreensão da diferença e dos vários aspectos da vida.

A escolha do tema resultou de uma reflexão conjunta para que pudesse haver um processo criativo dentro da trajectória pessoal de cada participante, que estivesse de acordo com o carácter colectivo da exposição, dando coerência às distintas técnicas, estilos e perspectivas de cada artista. O conceito de Movimento é suficiente amplo para permitir diferentes interpretações e múltiplos sentidos, sem perder o seu objectivo comum, quer o interesse esteja no interior do ser humano, quer na sua envolvente física, social ou cultural, dado que este conceito permite uma grande liberdade de investigação e expressão.

O motor de todo este
MOVIMENTO é a arte em todas as suas dimensões e estilos, a arte contemporânea de diferentes culturas. O facto de que pessoas de lugares tão distintos de diferentes países possam participar em conjunto é extremamente enriquecedor, tanto para os próprios artistas como para o público destinatário desta apresentação.

Estas são coordenadas multiculturais para um projecto colectivo que têm como grande impulso a evolução dentro de um processo criativo, o respeito mútuo e o amor pela criação artística, heterogénea e autónoma, sem limites de conceitos, sem estatutos, pondo em sintonia diferentes áreas artísticas.




alguns dos participantes presentes na inauguração do "movimento" (grupo 10+, grupo outro e elementos do espectáculo)







+ fotos da exposição em:
http://picasaweb.google.pt/centoecatorze/MovimentoDos10OutroNaBienalDeAveiro2007

do movimento e dos grupos 10+outro existe mais informação neste blog em postagens anteriores.




"un pont de mar"










em simultâneo a exposição de cerâmica un pont de mar na Galeria da Capitania no centro de aveiro, dos ceramistas carlets, joaquim pombal, josep matés e marisa alves.
galeria da capitania - aveiro
inauguração: 7 de dezembro ás 21h30
patente até 30 de dezembro
abertura de terça a domingo das 14hoo ás 19h00
encerra 24 e 25 de dezenbro


+ fotos da exposição em :
http://picasaweb.google.pt/centoecatorze/UnPontDeMarGaleriaDaCapitaniaAveiro2007

ver informação de un pont de mar e dos seus autores em postagens anteriores deste blog.

21/11/07

afectos na galeria do centoecatorze




afectos
carolina maria eduarda


24-11-2007, às 21:30.Inauguração de exposição Afectos e concerto do A(r)quicoro, coro aberto da FAUP
Galeria 114 Rua Dom Frei Lourenço Esteves de Goyos, 114Leça do Balio



bienal de manises - valência (espanha)


VIII Bienal Internacional de Cerâmica. Manises
16-11-2007 a 19-01-2008

exposiçöes:
-Sala "Els Filtres", Manises
obras selecionadas do concurso da 8ª bienal

-Casa de Cultura e Juventude de Manises
Le ceramiche bitossi. Una storia italiana

-Museu de Ceramica de Manises
[re]generació




"alma nua"
técnica mista. faiança vidrada, grés chamotado, reservas, aerógrafo e óxidos.
cozida em atmosfera oxidante (1000ºC) e atmosfera redutora (1200ºC)
1,50 m x 1,50m x 1,95m















joaquim, marisa e marc na VIII bienal de ceràmica de manises 2007

poema em bilingue, português – catalão, de fernando pessoa, que serviu de inspiração à concepção desta obra.


Não dormes sob os ciprestes
Pois não há sono no mundo.

O corpo é a sombra das vestes
Que encobrem teu ser profundo.

Vem a noite, que é a morte,
E a sombra acabou sem ser,
Vais na noite só recorte,
Igual a ti sem querer.

Mas na Estalagem do Assombro
Tiram-te os Anjos a capa.
Segues sem capa no ombro,
Com o pouco que te tapa.

Então Arcanjos da Estrada
Despem-te e deixam-te nu.
Não tens vestes, não tens nada:
Tens só teu corpo, que és tu.

Por fim, na funda caverna,
Os Deuses despem-te mais.
Teu corpo cessa, alma externa,
Mas vês que são teus iguais.

A sombra das tuas vestes
Ficou entre nós na Sorte.
Não 'stás morto, entre ciprestes.

Neófito, não há morte.




No dorms pas sota els xiprers
Puix que no hi ha son al món.

Ombra és el cos dels bolquers
Del teu ésser més pregon.

I ve la nit, que és la mort,
I l'ombra l'ésser ara perd:
Perfil nocturn, breu comport,
Tu mateix com un reflex.

Mes al Casal de l'Encís
Lleven els Àngels ta capa.
Muscle nu, camí endins,
Gairebé res ja no et tapa.

Llavors, Àngels del Sender
Et despullen; restes nu.
No tens vestits, no tens res:
Tan sols el teu cos, que ets tu.

Per fi, en la fonda caverna,
Tot et despullen els Déus.
Venç el cos, ànima externa,
Mes veus que són iguals teus.

L'ombra lleu dels teus bolquers
Roman en la nostra Sort.
No estàs mort, entre xiprers.

No, neòfit, no hi ha mort .


Iniciação - Fernando Pessoa

02/11/07

III Cuita Forns de Rajoler de les Gavarres (Ginona) 2007

+ uma vez os residentes do centoecatorze partem para Catalunha. desta vez o objectivo é terminar a peça conjunta do projecto "metamorfösis" já anteriormente referido e conjugar a cozedura da peça com a iniciativa III Cuita forns de rajoler de les Gavarres. o grupo "sem fronteiras" vai trabalhar no Panadés e em Fonteta (La Bisbal de l'Empordà) e cozer a instalação cerâmica neste forno.
é a terceira vez que o ceramista josep matés realiza esta iniciativa e a segunda neste forno de grandes dimensões de Can Frigola(72m3), reabilitando-o ao cabo de mais 120 anos de inactividade. conta com a participação dos ceramistas da zona e convida outros tantos para tentarem encher esta fornada que consome 14 toneladas de lenha.




Programa

III Cuita Forns de Rajoler de les Gavarres



Dates del 9 de novembre a l'1 de desembre de 2007.
Lloc Rajoleria Mas Frigola. Sant Climent de Peralta (Girona).



Activitats
9 de novembre: Presentació documental Videoplay dels forns de rajoler a les 21 h. Sala de plens de l'Ajuntament de Forallac.
10-15 de novembre: Procés d'enfornar.
16-18 de novembre: Encesa del forn a les 9 h. Cocció i construcció de cabanyes de fang.
24 de novembre: cocció de cabanyes de fang.
1 de desembre: obertura del forn i desenfornar.
Més informació Josep Matés. Tel: 00 34 659 16 91 46

Interior do forno
enfornamento das peças "metamorphösis"

30/08/07

alguns do "outro" e dos "Dez+"

alguns elementos do "grupo outro" em castro de rei (lugo) - agosto 2007

fátima, marc, marisa, joaquim, carmem e fely.
alguns elementos do "grupo outro" em castro de rei (lugo) - agosto 2007
a cerâmica como elemento catalisador do referido grupo internacional, faz com que se encontrem periodicamente em diversas iniciativas e eventos que destacamos nos últimos tempos:
enfangat (2006 e 2007), encontro intercultural de cerâmica do centoecatorze (2006 e 2007) e curso de cerâmica contemporânea de pontevedra (2006 e 2007).


alguns do "outro" e dos "Dez+" durante o IX curso internacional de cerâmica contemporânea de pontevedra- julho 2007 (organizado por a ceramista Xela Area)

marc, carmen, joão, susana, marisa e joaquim

"como se poema fosse"





































título: "como se poema fosse"

autores: marc brocal/ marisa alves/ carmen cabanero/ joaquim pombal
materiais e técnica: grès c/ chamote e sais. cozedura a lenha num ciclo de 24 horas(temp.max.1250ºC)
dimensões: 210m (alt.) X 0,90m (diam.)

inspirada num marco miliário, tem inscrito poemas de três poetas, das quatro línguas dos autores.
francisco de fientosa (galego/ castelhano), fernando bouça (português) e miquel costa i llobera (catalão)

ver + fotos em:
http://picasaweb.google.com/centoecatorze/ComoSePoemaFosse

http://picasaweb.google.pt/centoecatorze/ComoSePoemaFosse/photo#5151464780088400194